FRETE GRÁTIS EM COMPRAS ACIMA DE R$299

junho 23, 2020

O Japamala também conhecido como rosário de orações no ocidente, é uma ferramenta antiga do hinduísmo e do budismo desenvolvida para manter a mente focada e livre de pensamentos.

É UM OBJETO DE DEVOÇÃO ESPIRITUAL, SENDO UTILIZADO EM MUITAS CULTURAS E RELIGIÕES PARA MARCAR RESPIRAÇÕES, MANTRAS, ORAÇÕES OU INTENÇÕES. 

O japamala geralmente é composto por 108 contas + Meru (montanha) uma bolinha maior que as outras, que fornece um ponto inicial e final para contar as repetições, representa a divindade.
As vezes também são encontrados japamalas menores, feitos com 54 ou 27 contas,  subdivisores de 108.
O Tassel (pendão de franjas) representa a energia criada a partir da meditação,

simboliza a unidade e a conexão com o Divino.

No hinduísmo representa também o quarto estado de Turiya (consciência pura), o desejo de cultivar Prana (energia vital) e o anseio de Moksha (libertação). Já no Budismo indiano e japonês, representa as raízes da flor de lótus lembrando que sem lama não há lótus.

 

 Ao se completar um ciclo de 108 repetições de mantras, alcança-se um estágio superior na consciência, o estágio que ultrapassa as fixações da mente, mantendo a consciência concentrada em si mesma.
 
É indicado que os japamalas sejam feitos de pedras, madeiras ou sementes pois são materiais porosos que facilitam a entrada do som (entonação do mantra) e das vibrações energéticas,  tornando-o um amuleto sagrado através do armazenamento de energia ao longo da prática. 
 
USO DO JAPAMALA 
A pratica do uso do japamala através da entonação dos mantras, tem o poder de remover os condicionamentos da mente, por estarem em sintonia sutil e direta com a harmonia invisível e arquetípica da criação, propiciando mudanças em todos os níveis dimensionais do ser.
Usando o Japamala o meditante consegue focar na entonação e no poder do mantra em si, ao invés de se preocupar com a contagem.
Caso você tenha mais de um Japamala, você pode programá-los com diferentes energias de determinados mantras ou intenções. Após concluir um ciclo de 108 repetições por algumas vezes, aquele mantra vai se fixando e fica gravado no japamala, e quando você quiser entrar em contato com determinada energia, basta utilizá-lo como amuleto, ancorando essa energia pra você!!!
LIMPEZA E ENERGIZAÇÃO
A limpeza física do japamala vai depender do que ele é feito, se for feito de pedras naturais é recomendado lavar com água corrente e sabão neutro, caso esteja bem sujo.  Japamalas feitos de madeiras e sementes devem ter um cuidado especial, nunca devem ser mergulhados na água, podem ser limpos com um pano úmido ou com borrifadores. 
A limpeza energética ou energização do japamala  pode ser feita de diferentes maneiras:
Defumação -  Acenda o incenso de sua preferência e deixe que a fumaça dele passe por todo o japamala, pelo tempo que considerar necessário.
Banho de Sol ou de Lua - Basta expôr o japamala ao sol ou ao luar, deixando-o repousar por um tempo, para que absorva a energia grandiosa que eles têm para oferecer. Lembrando que é importante que esteja em um local seguro e que não fique muito tempo exposto, principalmente ao Sol, para que não haja agressão ao material do qual o japamala é feito.
Intenção - Você mesmo pode energizar o seu japamala, coloque-o entre as mãos, em seguida, inspire profundamente imaginando uma luz branca entrando por suas narinas e mentalize que seu japamala já está sendo limpo e energizado, para o Bem Maior, agradecendo.

 


Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.

Inscreva-se